sexta-feira, 28 de maio de 2010

Vamos Ajudar a Tânia

video

Sem grandes brilhantismos, apenas querendo passar a mensagem das mais variadas formas, aqui no 7folhas fica o nosso pequeno contributo para esta grande causa com este vídeo.

WWDC2010

Se há alturas em que o tempo parece que nunca mais passa, a verdade é que desta vez parece que 7 de Junho nunca mais chega.

O mundo aguarda algures entre a expectativa e a desilusão a apresentação do mais que provável iPhone 4G ou Hd! (na imagem ao lado)!.

Tenho que admitir que o facto de o "suposto" telemóvel ter visto a luz do dia antes do tempo estragou de antemão a expectativa. Pessoalmente gosto do design. Diria que está simples, mas é disso mesmo que se trata. O tempo dos telemóveis carregados de teclas já vai longe, os teclados qwerty tipo blackberry mais parecem um pacote de palitos onde a tarefa heróica e carregar num só palito.

O OS4 para iphones e ipods parece trazer também ele umas funções engraçadas e o tão aclamado multitasking (mesmo que eu aguarde para ver o impacto disso nas baterias)! Bem vistas as coisas, em dois anos nunca senti verdadeiramente necessidade do multitasking! O único momento em que gostava de o ter prende-se com a descarga dos anexos dos mails que exigem que a caixa esteja aberta no mail dos anexos senão vai-se tudo à vida. De resto, o multitasking nativo servia perfeitamente para a minha utilização.

Perdeu-se com esta antevisão a magia da novidade... embora eu gostasse tanto de no dia 7 ver algo diferente ser apresentado com uma legenda "pois é... lançamos na rede um fake e vocês foram levados!"

O senão de tudo isto... é que o Mac OS X continua igual à demasiado tempo! O Upgrade do Tiger para o Leopard foi bom mas nada do "outro mundo" e o Snow Leopard nem sei bem para que serviu! Em boa verdade, para um utilizador normal isto funciona às mil maravilhas(não fosse a existência do flash que põe o cooler a girar no turbo nalguns sites e era perfeito)..... mas... já cansa :)

Vamos aguardar para ver! Já agora, se alguém quiser um iPhone 3G estimadinho... e umas sapatilhas velhas como novas, e umas meias rotas quase saidinhas da fábrica... é só avisar :) que eu não me importo de "adoptar " o 4G :)

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Ajudem!

Não haverá muito para dizer... permito-me apenas citar o facebook da Tânia:

""Olá eu sou a Tânia tenho 15 anos e tenho leucemia mieloblastica agúda e preciso de um dador de medula óssea.
Peço para quem puder ser dador que o seja porque não é só para mim mas também para muitos dos meus amigos que estao comigo no I.P.O.""

Sinto-me tão pequenino perante a dimensão das palavras de alguém que num momento difícil pede que sejamos dadores "não só para mim mas também para muitos dos meus amigos que estão comigo no I.P.O."

Vamos dar todos uma ajuda e fazer desta iniciativa um sucesso! Não custa nada nem tão pouco dói.

ó tempo volta para trás...

O tempo passa a uma velocidade incrível! Ontem era pequeno, hoje sou maior um pouco... e não tardará nada estarei velho.

Mudam-se os tempos, mudam-se as necessidades, mudam-se as vontades e amiúde mudam-se os valores.

Os últimos 5 anos foram certamente marcantes na história do país, para bem ou mal só o tempo dirá.

Em boa verdade, "eu ainda sou do tempo" em que a honra, a palavra, o respeito, a lealdade... eram valores socialmente impostos e assim aceiteis.

Hoje em dia ser "chico esperto" é moda, o respeito conquista-se não por mérito mas por "artes de malabarista", ser honesto é coisa reservada a meia dúzia de "murcões" e no fundo, essas coisas de valores, já só interessam se forem valor€s!

A política é o melhor retrato da sociedade. Os políticos não são maus por si, são apenas o retrato mais vistoso de uma sociedade onde impera o "deixa ver se me safo e os outros que se lixem"!

Ser sério deixou de ser requisito para certos e determinados lugares. Há quem não seja, não pareça e nem sequer se incomode com o facto de a "presunção de inocência" já se encontrar mais que gasta!

E tudo isto, porque, depois de tanto folclore com a Independente, com o Charrua, com o Freeport, com o Vara, com a PT... o único responsável do país estar como está é certamente o Carlos Queirós, pois se fizesse uns joguinhos à maneira, a malta esquecia o aumento do défice, o aumento dos impostos, o pagamento das portagens e o desemprego crescente! Compravamos uma vuvuzela e eramos felizes durante 30 dias! Quando acordassemos era mês de férias e lá para Setembro o país acordava a pensar em presidenciais.

Mas... como a Selecção Nacional começou mal e vai acabar certamente pior... bora lá preparar as vuvuzelas para correr com o Queirós, que esse não precisa de sair com eleições antecipadas (senão o PR não marcaria), nem corremos o risco de as agências de rating piorarem a avaliação nacional!

Bem vistas as coisas... valha-nos o Jesus que para o ano a Champions é nossa!

Re-Style!

Tenho andado por aqui a dar retoques no visual do 7folhas! Depois de dar uma olhada pela web encontrei este modelo e, após alguns retoques no html, acho que encontrei grafismo para mais meia dúzia de meses!

Espero que gostem!

ps.: o espaço para comentários passa a estar disponível no pequeno pin e folha no canto superior direito de cada post.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Humilhados!



Os espanhóis esperaram que o Governo português desse o "sim" para viver em seguida dizer que eles diziam "não"! Fomos mais uma vez enxovalhados por "nuestros cabrones"!

Restam algumas utilidades para o troço Lisboa-Poceirão! Para o capricho do Sócras!


quarta-feira, 19 de maio de 2010

Nota Informativa!

Antes de escrever este post ponderei dois cenários: sair nú numa revista ou rascunhar um "arroto psicológico" a desancar o líder do meu partido! Obviamente, para quem passasse cá leitura teria uma conclusão lógica: "Mais um que quer é aparecer" como dizia o outro.

Assim, preferi partilhar aqui a ligação para a entrevista de Pedro Passos Coelho na Tvi.

Obviamente que ninguém gosta de aumento de impostos... obviamente que a falha a promessas soa mal... mas...( se vamos por aqui... "quem não tiver pecados que atire a primeira pedra")!

Há quem tenha medo de eleições antecipadas, eu, muito sinceramente preferia que o país levasse um abanão do que continuar com este jogo de cintura entre os partidos políticos, com o aval de Sua Excelência o Presidente da República - que alheado da crise e pensando apenas no calendário presidencial insiste em manter em funções um Governo que de credível já nada tem e de competente nunca teve!

Se o líder do meu partido "dá o braço a torcer" num timming de mero estanque dos índices de credibilidade internacional pois contará com o meu apoio porque por muito que me custe ouvir certas medidas, compreendo muito mais que o estado de colapso eminente da nação exige de nós um comportamento de excepção. Se as medidas são ou não as mais justas... é discutível! Agora... andar por aí a "arrotar" a caviar depois de comer pão barrado com paté de sardinha... não é bonito! É de quem quer aparecer!

Bem visto!

terça-feira, 18 de maio de 2010

Bob o Construtor na Playboy!


Depois da professora de Mirandela, o 7folhas descobriu que a capa da próxima edição da Playboy é comemorativa da promulgação do diploma que permite o casamento gay! No próximo mês a PlayBoy põe a nú "Bob - o construtor"! Ao que conseguimos apurar o empreiteiro português "Construções Quim Zé & filhos Celestino e Reinaldo Lda.", já informaram que iriam deslocar "Bob" da obra que possuem em Espanha, para um armazém de material que possuem em Fafiães da Serra!

Relembre-se que "Bob - o construtor" é primo em sexta linha do nosso PR Aníbal, de cognome "o Promulgador".

Ao que apuramos uma das propostas de designação para a "coisa" designada de ora em diante como "casamento" esteve para ser "União Zundap" - terminologia esta que faria todo o sentido se tivermos em conta que a união gay é como uma zundap: na falta de chave... pega de empurrão!

Aqui deixamos em antevisão a capa da próxima edição! Rumores falam de que juntamente com Bob o Construtor possa aparecer José Cid e o mítico disco e ainda Durão Barroso de tanga! A edição em causa será acompanhada de um Cd da Ágata com o single "tu não és homem pra mim"!


ps: momento de profunda insanidade!
ps2: como já aqui o expressei: não me oponho às uniões gay! Cada um deve ser feliz como muito bem entender e isso não me diz respeito! Repudio com todas as minhas convicções que esse direito à diferença se traduza numa afronta à instituição "casamento"! Se querem ser diferentes que sejam, agora reivindicar que a diferença seja chamada de "igualdade"... ora vão lá dar uma grande volta! Para intransigentes sou assumidamente intolerante! Homem é homem, mulher é mulher! Casamento é casamento. Estamos perante um claro caso de dar um dedo e esticaram para levar a mão toda!

"Eureka"

Depois de muito navegar pela net, descobri :)

Tinha aqui colocado um vídeo de um grupo de pessoas com um cântico singular no passado 13 de Maio em Fátima. Sabia que a música era um cântico tradicional da África do Sul que aparecia no filme Invictus. Nestes pressupostos e com um pouco de paciência, Descobri!.

A música original chama-se "Shosholoza" e era esta a expressão que os cantores no vídeo trocavam por "Benedictus" (não sei se alteravam mais alguma coisa).

Aqui fica uma das inúmeras versões que há no youtube desta música.


E a letra e tradução segundo a wikipedia:

The lyrics of the song vary, as do the transcriptions. Here is one example:

Shosholozah
Shosholozah
Ku lezontabah
Stimela siphum' eSouth Africa
Shosholozah
Shosholozah
Ku lezontabah
Stimela siphum' eSouth Africa
Wen' uyabalekah
Wen' uyabalekah
Ku lezontabah
Stimela siphum' eSouth Africa

A rough translation:

Go forward
Go forward
on those mountains
train from South Africa.
Go forward
Go forward
You are running away
You are running away
on those mountains
train from South Africa.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

uma idiotice ou nem tanto!

Estava aqui a pensar no Portugal de ontem e no Portugal de hoje!

Dizem os meus avós que no tempo de Salazar a vida era difícil! Diz a história que nesse tempo não havia défice nas contas públicas:

A realidade: os homens trabalhavam, as mulheres olhavam pela casa, pelos filhos e cultivavam umas terras para ajudar ao sustento.

Como quem diz: metade da população activa movia o país!

Nos dias que correm:
- metade dos portugueses em idade activa trabalham, outra metade vive da mãma!

Ora, ontem como hoje o país vive só com metade a trabalhar para a outra metade, logo Portugal só tem oferta de trabalho para metade da população!

A diferença?
Ontem, os maridos trabalhavam fora e as mulheres em casa e a coisa compunha-se.
Hoje, há metade dos homens e das mulheres que trabalham para manterem com os seus impostos a outra metade, entre rendimentos mínimos garantidos e ordenados chorudos a gestores de topo.

A solução: deixar trabalhar a metade que trabalha deixando de manter a metade que mãma à custa de quem sua! Se morrerem à fome? Paciência! Na selva quem não caça também não vive! E isto de quem trabalha ser carcaça para abutre comer já foi história de muito tempo.

Contra o Abandono Escolar :)

Até Já!


Realizaram-se no passado sábado eleições para os órgãos concelhios da JSD.
Apesar de ter ainda um ano e meio de mandato pela frente, fruto da antecipação de eleições para outubro passado na sequência de um "conturbado" processo autárquico, entendi que deveria manifestar ao meu Presidente de Plenário a minha disponibilidade para antecipar as eleições, fazendo deste modo coincidir novamente as eleições para a CPS e para a Mesa.
A indisponibilidade de tempo, por motivos sobretudo profissionais, levaram-me a decidir não voltar a recandidatar-me. Terminei assim 4 anos de liderança na maior estrutura de juventude política concelhia com a convicção de que fiz algumas coisas que me deram muito prazer, mas com um sentimento de insatisfação enorme de não ter feito muitas outras por não ter encontrado o apoio que seria muitas vezes desejável.
É certo que já levo 9 anos de JSD, e que nos últimos 4 tive o privilégio de ser Presidente da CPS de Esposende, vice-Presidente da Distrital de Braga, conselheiro Nacional e no último congresso estive presente numa candidatura à Comissão Política Nacional, mas não me canso com isto: corro por gosto!
Orgulho-me de com duas Comissões Políticas de companheiros que na sua grande maioria nunca me deixaram desamparado nas batalhas que enfrentamos, colocamos a JSD Esposende num plano já há muito merecido. Conquistamos respeito e representação no distrito e no plano nacional, onde apesar do nossos 3 delegados em Congresso não deixamos de ter voz, não deixamos de fazer parte do roteiro dos candidatos nacionais, nem tão pouco deixamos de fazer parte do roteiro das actividades da Comissão Política Nacional e Distrital.
Sempre que abraçamos um apoio fizemo-lo com lealdade, não por mero jogo de lugares. Sempre que fomos à luta foi por causas e pela juventude. Quando fomos chamados a ter um papel nas questões nacionais sempre privilegiamos o apoio e união com o distrito de Braga pois é cá na nossa terra que na primeira linha unimos esforços.

Gostei do que fiz e certamente ainda muito farei pela juventude do meu concelho sempre que puder e que contarem comigo. Despeço-me não com um "Vou andar por aí" mas com um "contem comigo por aqui" pois gosto demais destas coisas para estar com falsos saudosismos ou com "saídas com os dois pés dentro". Sou social democrata com cérebro e boca (pese embora haja quem lide mal com isso - a militância arrebanhada sempre agradou mais), e os meus 27 anos ainda me deixam ser também da JSD (isto apesar de alguns movidos por azias de ouvido terem até já sugerido a minha expulsão do PSD :) São uns castiços :) Direi mais: castiços e ignorantes no que a estatutos diz respeito! Mas para esses eu hei-de guardar a bisca de trunfo ;)!

O lamento: em tanto ou tão pouco tempo de "serviço" aprendi muito do melhor e muito mais do pior da política! Infelizmente não faço parte do "coro das virgens", ainda que fosse muito mais "politicamente bonito" propalar aos sete ventos a uma "ingenuidade hipócrita" - azar do raio: eu não sou assim! Acreditei tempo demais que a irreverência da juventude pudesse marcar a diferença mas acabei por constatar que os tempos difíceis que vivemos colocam o "price-target" dos valores e convicções em saldo! A mera promessa de algo que soa simultaneamente a vazio e a falso põe à roda o mais vesgo dos olhares e as pessoas deslumbram-se!

Felizmente nem tudo são rosas no reino das laranjas! Encontrei muito boa gente, e fiz amigos! E, ao contrário de muitos, eu soube o que é fazer amigos leais na política, amigos daqueles que nunca se abeiraram de mim na esperança que eu pudesse ter algo para lhes dar em troca, nem que eu pudesse ser a porta para um buraquinho qualquer. Os que me foram leais foram-o porque quiseram, porque acreditaram e porque partilharam de um projecto, de forma altruísta e desinteressada. Para esses vai o meu mais sincero obrigado! Foi graças a esses pilares que resisti a tudo e todos! Foi graças a esses Homens que mesmo nos dias em que o cansaço e o desânimo a que nos expõe o cacique acordei com pilhas novas no dia seguinte! Gente de precisão cirúrgica, reconhecem no momento certo uma qualquer réstea de desgaste e lá estavam eles a injectar a "morfina" no momento certo! Permitam-me que não coloque aqui os nomes deles sob pena de os tornar "alvos" de algum "caciquistão" mais azedado.

Para estes leais amigos: Contem comigo sempre! O meu dia tem 24 horas como o de toda a gente, mas para o que possam precisar eu arranjo dias com 26 ou 30 se precisarem de mim!

Quanto a tudo o resto... bem... daria certamente um livro o que se aprende nestas lides! Mas diz o povo sábio: "o segredo é alma do negócio" :) por isso, vou guardar os meus segredos junto das cobardes sms que pelo meu tlm passaram e fazer um "almanaque da honra" :) bem vistas as coisas até não sou muito mau :) guardo os registos só do que me escrevem, pois segundo reza a lenda há quem grave "ilegalmente" conversas de tlm! Coisas que não lembram ao diabo :)

Amigos e companheiros: Divirtam-me :) A vida é demasiado longa para ser vivida a sério e demasiado curta para ser desperdiçada!

E não esqueçam aquela célebre frase da minha ex-professora de Grego (daquelas que são do tempo em que as profs. não se despiam para a playboy :)) :

"de joelhos diante de Deus, de pé diante dos homens"!

Obrigado a todos quantos confiaram em mim e me apoiaram! Sem o vosso apoio não teria valido a pena! E obrigado também a todos os meus adversários: sem vós não seria tão forte!

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Foi giro!

Não sabendo bem quem eram estes senhores, nem tão pouco sendo perceptível a letra, devo dizer-vos que fizeram a festa dentro e fora da igreja da Santíssima Trindade. Criaram um ambiente fantástico, digno de arrepiar.

No fundo, no fundo... acho que ser cristão é isto: Testemunhar com Alegria! Lindo!


video

Volte sempre Santo Padre! Como alguém dizia ontem "sempre que o Santo Padre tiver algum problema, venha dar uma voltinha até Portugal que vai daqui com energia renovada"!

terça-feira, 11 de maio de 2010

Eu vou :)

Corria o célebre ano de 1982 quando o Papa João Paulo II veio a Portugal! Dizem os relatos que fui vê-lo através dos olhos da minha mãe :) Nesse mesmo ano apeteceu-me vir ver como eram as coisas cá foram e chamaram-me João Paulo! Fiz-me à vida sempre com uma admiração profunda pelo Papa João Paulo II, muito provavelmente o dos melhores seres humanos que a humanidade pode ter conhecido e para o qual só encontro comparação no meu avô Francisco.

Ora, é evidente que o Papa Bento XVI teve uma difícil tarefa ao suceder a João Paulo II. O "Papa Peregrino" marcou a igreja mas acima de tudo marcou o Mundo. O Papa que pediu desculpa ao mundo pela natureza humana da igreja, porque por muito que seja o bem realizado pela igreja, pelas causas sociais da igreja, pela tarefa humanitária, também ela é imperfeita! Se dúvidas houvesse relativamente à nobreza de carácter de João Paulo II essas dúvidas dissiparam-se e elevou-se o carácter na inversa proporção da mais singela humildade com que proferiu os inúmeros pedidos de desculpas.

Bento XVI herdou assim uma igreja marcada pela figura do Papa, fosse quem fosse, mas o respeito, o sentimento tornou-se grande. Enquanto muitos defendia que João Paulo II deveria ter resignado nos últimos tempos ao cargo pontifício, a generalidade dos crentes seguiam com ansiedade o estado de saúde dele, e tinham-o como Papa apesar da doença, porque um pai não deixa de ser pai só porque está doente.

Muitos têm tentado ao longo dos tempos desenterrar fantasmas, fomentar intrigas, diminuir as obras, mas Bento XVI já era uma marca da igreja antes de ser Papa e vai seguramente continuar a deixar a sua marca no tempo.

Dia 13 estarei em Fátima no encontro da Pastoral Social com Sua Santidade e embora não vá mudar o meu nome para Bento, tenho pelo Papa Bento XVI a mesma admiração e estima que tinha pelo seu antecessor.





E para quem não conhece aqui fica a letra da Marcha Pontifícia pois há pouco ouvia-se na tv esta Marcha e o jornalista comentava "ouve-se agora o hino nacional":

"Ó Roma eterna, dos Mártires, dos Santos,

Ó Roma eterna, acolhe os nossos cantos!
Glória no alto ao Deus de majestade,
Paz sobre a terra, justiça e caridade!

A ti corremos, Angélico Pastor,
Em ti nós vemos o doce Redentor.
A voz de Pedro na tua o mundo escuta,
Conforto e escudo de quem combate e luta.
Não vencerão as forças do inferno,
Mas a verdade, o doce amor fraterno!

Salve, salve Roma! É eterna a tua história,
Cantam-nos tua glória monumentos e altares!
Roma dos Apóstolos, Mãe e Mestra da verdade,
Roma, toda a cristandade o mundo espera em ti!

Salve, salve Roma! O teu sol não tem poente,
Vence, refulgente, todo erro e todo mal!
Salve, Santo Padre, vivas tanto mais que Pedro!
Desça, qual mel do rochedo,
A bênção do doce pai.


Bem-Vindo!

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Por aí!


Uma foto, junto ao Cávado, num fim de tarde qualquer perpetuado num clique.

A28... quer dizer A5€!

Leia a verdade dos factos aqui

A forma como a CME abraçou esta luta foi de todo a mais correcta: se a questão diz respeito a todos os esposendenses a forma de abraçar a luta é com a sigla dos eleitos pelo povo. Politizar esta causa é acabar com ela e dar a vitória ao Governo. Neste sentido não vejo com bons olhos as inúmeras faixas de luta com a sigla do PCP. Não é bonito que alguém queira tirar dividendos de uma causa comum.

O meu grande receio nesta causa sempre foi o mesmo do Presidente João Cepa: realismo perante o "quero, posso e mando" do Governo.

Estou certo que não iremos baixar os braços, mas receio bem não estar menos certo de que vamos mesmo pagar portagens a menos que haja uma guerra civil.

Laico ou Malaico??

Eu, que não sou jurista (pese embora gostasse de um dia vir a sê-lo e para isso vou trabalhando - pois jurista não é todo e qualquer licenciado em direito, mas sim aqueles que merecem tal reconhecimento entre pares), tenho-me andado a interrogar (mais uma vez) sobre um chavão que sai da boca de muitas mentes sábias, e até de qualquer "jurista do tremoço".

Passo a explicar!

Dizem os arautos da Constituição: "Portugal é um estado laico"!!! E dizem isto como se falassem verdade!!

Mais uma vez, eu, que não sou jurista, me interrogo de onde retiram isto do texto constitucional, é que a única coisa que eu consigo retirar é uma não discriminação subjacente ao princípio da igualdade!

Todavia, é por demais evidente que em Portugal não se respeita o Princípio da Igualdade e como tal não somos um estado laico.

Sou católico e não admito em momento algum que isso seja posto em causa perante os meus raciocínios meramente técnico-jurídicos (e por oposição a muitos que por aí andam ditos "católicos não praticantes" que é uma espécie de "jogador de futebol mas que não joga futebol"), mas sou também tendencialmente justo na forma como vejo as outras religiões, porque a palavra ecumenismo diz-me realmente algo!

Ora, com a vinda de Sua Santidade o Papa Bento XVI a Portugal o país vai parar parcialmente, facto que até se compreende tendo em conta o número de católicos em Portugal mas facto que não se compreende de todo se tivermos em conta que uma grande parte desses ditos católicos em dias de feriado são na sua grande maioria jogadores do "team" "Católicos não praticantes"! Ora bolas!! Então dá-se tolerância por respeito à prática religiosa de gente que não pratica?

Gritante é o facto de que esta "igualdade" e este dito "laicismo do Estado" não se faça sentir quando por cá passam outros líderes espirituais, nem sequer se reduzem penas e sanções acessórias...

Posto isto, ainda que em breve síntese da questão: Somos um Estado Laico ou um Estado Malaico com uma Constituição "pra inglês ver" e cujo texto é apenas "conversa pra boi dormir"?

Termino como uma qualquer questão académica:

"Quid Iuris?"