segunda-feira, 13 de março de 2017

MAC OS + Citius + JAVA

O Firefox disse também adeus ao Java...

Tormento para todos aqueles que o usavam em MACOS para submeter trabalho via citius.

Depois de uns minutos na pesquisa e porque já no passado alguns ilustres colegas se depararam com soluções neste cantinho para MACproblemas de advogados que trabalham com MAC,  aqui fica de forma muito simples mais uma solução, que passa nada mais nada menos que voltar ao Safari, mas com um pequeno detalhe nas preferências que vai permitir ver os ficheiros dentro da pastas.

Assim:
Se o vosso java no Safari não mostra o conteúdo das pastas, impedindo assim carregar as peças para o citius, devem fazer o seguinte:


Clicar em PREFERÊNCIAS (ali no canto superior esquerdo) onde diz SAFARI, ir ao separador SEGURANÇA, Plugins de internet --> Definições de Plug-In (clicar), e antes de clicar na caixa de diálogo ali assinalada com "!", devem apertar a tecla opção (alt). Depois sim cliquem (com a tecla pressionada) em tal caixa, e verão aparecer uma nova opção "Executar no modo seguro"! Tirem a selecção de tal item, fazendo correr em modo "não seguro".

Voltando ao citius, os vossos ficheiros já aparecerão visíveis. Toca a trabalhar.




sexta-feira, 1 de julho de 2016

Tempo de mudanças

(fonte da imagem http://www.globalresearch.ca/wp-content/uploads/2016/06/BREXIT-1.jpg)


A propósito do resultado sobre a manutenção ou saída do UK da UE.

Contas feitas, discuta-se agora ou confirme-se que a democracia é "mal menor", mas ainda assim, frequentemente um mal, no que respeita ao exercício do direito de voto.

Quando assistimos a manifestos de arrependido, de votantes que dizem ter votado pela saída mas apenas como protesto, ou porque achavam que o "sair" nunca iria ganhar... temos que assumir que o facto de nos supostos Estados democráticos podermos votar não quer dizer que sejamos verdadeiramente democratas.

A democracia, tal como a conhecemos, é frequentemente a ditadura da ignorância. Porque uma maioria desinformada vai sempre conseguir subjugar uma minoria informada e esclarecida.

Exercemos o voto mais por clubite do que por programas e projectos! Verdade seja dita que tendo em conta a convicção instalada de que "os programas não são para cumprir" porque o povo já se habituou a que os políticos mintam em campanha também não ajuda a votar em programas e não por partidarismo cego.

Assim sendo, chegamos ao "fim de uma linha qualquer" na relação com o UK.
E chegamos a um Brexit que vem em larga medida desenterrar os fantasmas de outros tempos - há um discurso anti-europa que nada tem de económico mas sim de xenófobo.

Verdade seja dita esta Europa hipocritamente unidade já andava a pôr-se a jeito há muito.
Basta dar uma olhada em jurisprudência das instâncias comunitárias para facilmente perceber o nível de "solidariedade" destes Estados irmãos. É cada um para seu lado, a ver onde pode apoiar mais os seus sectores que modo a aniquiliar a concorrência do vizinho do lado. 
Não faltam casos de apoios estaduais ilegais e isso tem sempre um único propósito: ultrapassar o parceiro do lado, se possível com subsídios comparticipados pelo pobre do vizinho.
Depois há os "irmãos abastados", aqueles que emprestam dinheiro ao irmão pobre para que este construa uma casinha, com a condição de que o irmão pobre compre todo o material na loja de materiais de construção do irmão abastado, acabando por dinamizar-lhe o negócio e ficar a dever-lhe o dinheiro na mesma.
Por fim há os "irmãos pobres" que acreditam no Pai Natal e que esperam subjugadamente que o irmão rico se doa do coração e lhes perdoe parte do que lhe emprestou.

Neste cenário difícil se torna acreditar num futuro brilhante para esta união.
O medo do federalismo e o patriotismo de cada Estado impedem o reforço da união. 
Um mercado de trabalho com custos de mão de obra disparatadamente desproporcionais, uma união monetária que não uniformifou custos e níveis de vida e o medo dos que vêem de fora, associado à mentalidade de novas gerações que nunca viram como isto era antes dos fundos comunitários nos darem uma roupinha nova não antecipam grande futuro.

A saída do UK foi apenas a primeira.
Verdade seja dita que "os cacos" serão seguramente menos que para qualquer outro pois estavam fora da moeda única.

Para nós portugueses contudo, enquanto o barquinho navegar... creio que é melhor deixarmo-nos andar. 

quarta-feira, 9 de março de 2016

O Professor!

(fonte da imagem: www.publico.pt)

Boa Sorte Sr. Presidente!

Marcelo Rebelo de Sousa toma hoje posse como Presidente da República.
Em meu humilde entender e no de milhares de portugueses, foi o melhor candidato na corrida e as urnas comprovaram isso mesmo.

Marcelos Rebelo de Sousa é um comunicador nato e a este respeito serve-lhe perfeitamente o "cognome" "O Professor".
Homem de opinião para tudo, ora estimado, ora odiado, mas é efectivamente uma cabeça pensante. Porque alguém que opina, mesmo no que não lhe é mais sólido, faz pelo menos o esforço de pensar sobre o assunto. Piores são aqueles que não têm opinião sobre nada.

Colado por muitos a amizades ao denominado "dono disto tudo" não o negou! Seria mais fácil ser "S. Pedro", mas Marcelo não foi por aí! Isso faz dele igual aos outros? Creio que não!

Veja-se por exemplo a caso do BPN para se perceber as diferenças! Este não negou as amizades... outros, num banco de amigos, acabaram por levar-nos a concluir que nem sequer se conheciam!!
São registos.

Hoje alguém me dizia "será que vai ser como o Papa Francisco?"
E naquele simples raciocínio eu percebi o alcance! As pessoas querem alguém que fale! Que não se esconda no manto da presidência! Que tenha rosto e opinião que não seja só conhecida por despacho.

Marcelo Rebelo de Sousa tem todos os predicados! Veremos como os coloca em práctica! Acima de tudo veremos se consegue tornar a presidência um lugar aberto sem converter-se em cantor pimba.

Arriscaria dizer que vai fazer a diferença! Porque efectivamente saiu para a rua desde o início de modo diferente. 
É certo que havia capitalizado a seu favor todo o tempo de antena na Tvi... mas ainda assim... inverteu as regras do jogo!

A ver vamos!
Por agora, um desejo: boa sorte!

sexta-feira, 4 de março de 2016

Só pode ser por interesses...

Hoje tive oportunidade de fazer 300kms ao volante em trabalho!

3 horas de viagem dão tempo para ouvir uns 6 noticiários na TSF!

A "bomba" do dia: A ida da ex-ministra das finanças para uma certa e determinada empresa estrangeira, com certa e determinada actividade, para certas e eventuais funções... não executivas!!

Ora, devo desde já adiantar que, na minha humilde opinião, em abono da Sra. ex-ministra me apetece dizer: NADA!

PUM!!!
NADA!

Todos nós sabemos que neste mundo ninguém dá nada a ninguém!
Acreditar que a Sra. foi contratada pelos lindos olhos... vai lá vai! Bem sei que os gostos não se discutem! Já dos desgostos... nada diz o ditado popular!

As políticos exige-se o período de "nojo"!!
E quando os ditos não respeitam esse período, é o próprio cidadão que exerce o nojo por si! Sim, porque isto de um governante "cair" e não ser por desgraça... despertando o nojo... é coisa de conto de fadas... O mundo real tem ali uma outra vogal!

Posto isto, só por manifesto interesse no "know-how" uma empresa toma um guronsan, para contratar uma ex-ministra!

Basta ver imaginar quanto não valerá a simples informação de "quanto é mesmo o buraco nas contas?"!!

Assim sendo Sra. ex-ministra... de pouco vale que as comissões atestem a ética... quando nós próprios nos esquecemos dela, não? Faz quase lembrar aquelas juntas médicas que atestam que o trabalhador está apto para o trabalho... quando o pobre coitado nem com a carcaça pode!


quinta-feira, 3 de março de 2016

"Canto do Benâncio"

Há os blogues com "autor" e há os de "pai incógnito e mãe desconhecida"!

Há os que toda a gente conhece e há os que só alguns conhecem!
Eu que não sou de intrigas acabo de criar uma nova coluna na minha barra lateral: a coluna dedicada ao "Benâncio"! O nome podia ser outro... mas... do meu zapping televisivo, confesso que me diverte o nome "Norberto Venâncio ("Benâncio" no sotaque do norte) de um personagem daquela telenovela nacional que até já "seasons" tem!

Posto isto e porque algures entre os boatos e o "bom cabaneiredo" que alimentam se situa a linha editorial de tais blogues, nada melhor do que um nome associado a telenovelas!

Estes dedicam-se às "blogovelas" e para que possamos falar dos mesmos boatos, sob pena de andarmos por aqui todos no "não digas a ninguém que eu te contei" que mesmo assim já correu 600 orelhas e no mínimo 300 bocas... aqui ficam aqueles que conheço!

Se mais conhecerem, tenham a bondade de me informar que eu actualizarei a lista.